Agape do Brasil
Atendimento: (11) 2476-9453
Cadastre-se | Agape Do Brasil    Facebook | Agape Do Brasil Twitter | Agape Do Brasil You Tube | Agape Do Brasil Linkedin | Agape Do Brasil Google Plus + | Agape Do Brasil Blog | Agape Do Brasil

Competência para Gestão de Crises


Edilson Santos

Edilson Santos

Presidente da SBGC – Sociedade Brasileira de Gestão de Crises, Consultor, Palestrante, Escritor, Especialista em Gestão de Crises, Teólogo com reconhecimento internacional pela Universidade Menorah, EUA; Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching com reconhecimento Internacional, Worth Ethic Corporation, Administrador com experiência de mais de 30 anos, atuou nos segmentos de Construtora, Supermercado, Distribuidora na área de Saúde. Casado há 26 anos, pai de dois Filhos. Como palestrante e professor tem se destacado com treinamentos em gestão de crises, com palestras e seminários, cursos In-Company em Empresas, Grupos, palestras para Famílias e desenvolvimento de lideranças.




A população mundial chega ao número de 7 bilhões de habitantes. A sustentabilidade da vida humana no planeta é um desafio cada vez maior; e dizer que a humanidade caminha a passos largos para um colapso total é uma evidência diante das circunstancias políticas, econômicas e sociais, apresentadas no cenário mundial nos dias de hoje.

Tal evidencia deveria nos despertar a analisar: se as pesquisas apontam que a marca 7 bilhões alcançadas em 2011, levou pouco mais de 6 mil anos entre AC (antes de Cristo) e DC; (depois de Cristo), Elas também apontam que provavelmente esta marca ultrapassará o número de 9 bilhões até o ano 2050, o que significa um aumento populacional de mais de 50% nos próximos 37 anos, serão aproximadamente 780 milhões de pessoas acrescentadas a cada década no planeta terra, que disputarão os recursos escassos, dentro de uma mesma extensão geográfica e territorial do mundo globalizado, mas com grandes diferenças políticas, culturais, tecnológicas, econômicas, sociais e etc.

Diante dos fatos o bom senso nos leva a ponderar, que no mundo de hoje projetos para sair do papel levam décadas e muitas vezes quando saem já não atendem os objetivos atuais. Quando são elaborados erroneamente levando-se em conta objetivos políticos e não necessidades humanas causam mais danos do que resultados.

Agrava-se há isso o tempo tão curto que é de 37 anos, em termos de planejamento para demandas tão elevadas em tudo que se possa imaginar.

O que os governos em conjunto já tem feito especificamente?

       O que já se tem feito é suficiente para o tamanho do desafio?

       O prelúdio é um problema unicamente político, governamental?

       Se hoje os problemas no mundo surgem como vento que sopra no ar, gerando intermináveis conflitos, qual será o desafio para o futuro? 

As constantes crises de todas as esferas em três dimensões: singular, familiar e organizacional, que se observa no mundo atualmente precisa de gerenciamento com metodologia especifica para cada área mencionada. Assim refletir sobre as causas, para se determinar a técnica com a eficácia da gestão de crises, será a cereja do bolo; o acertar o alvo no procedimento.

A competência para gestão de crises é uma ferramenta indispensável para a sociedade e as organizações, porque se foi o tempo em que falar em gestão de crises era matéria, apenas para segurança publica, governo, defesa civil e algumas das grandes organizações, visto que nem mesmo hoje algumas organizações com suas atividades exercidas por mãos de milhares de pessoas têm competência específica nesta matéria, um comitê de crises, ou mesmo algum tipo de preparo para lidar com elas. Desta forma as crises quando chegam, às vezes é um golpe fatal e por falta de preparo pessoal e treinamento organizacional tem produzido grandes estragos que afetam a todos.

Está é uma era em que o conhecimento não deve ser subestimado e muito menos desprezado. Entretanto é o que a grande massa da sociedade tem feito consciente e inconscientemente, tendo como resultado a incompetência para a gestão de problemas nas mais variantes áreas vitais da vida: na família, nas pequenas, médias, grandes organizações e o resultado de problemas mal administrados é o estabelecimento da crise.

A competência para gestão de crises passa por conhecer profundamente a complexidade da natureza humana, que está por traz de todas as organizações no mundo e aponta soluções inovadoras e não ideias vagas. 

Pois todas as crises têm duas origens: Genérica e Real. A origem genérica são os erros cometidos pela natureza humana que está presente em todas as organizações; é uma característica de erros que se manifestam a todo instante em meio aos ambientes de trabalho e da convivência social, regando ambientes pesados. Os erros provocam retrabalho e perdas imensas, os estados emocionais na vida dos colaboradores é uma ameaça à própria vida deles e um risco constante que a organização provoca a si mesma. São bombas atômicas, que às vezes estão armadas e minando as estratégias organizacionais e colocando em risco a sobrevivência e o futuro. É um vírus que pode se manifestar silenciosamente em um operário ou até mesmo no presidente ou qualquer outro membro, independente da sua posição hierárquica. 

A origem real já é em si uma consequência dos erros humanos. Isto comprova ainda mais a importância que se deve dar na designação dos conhecimentos para as competências. E a qualificação em gestão de crises deve ser uma prioridade permanente para as pessoas e organizações, são necessidades básicas e urgentes no mundo em transformação, principalmente quando se trata de um assunto tão atual, que já tem produzido péssimos resultados, que são as crises.

As habilidades para viver e produzir resultados em meio às conjunturas será o diferencial que determinará o sucesso de qualquer ser como pessoa singular ou em projeto nele inserido. Agora é a hora em que atitudes, escolhas e decisões têm que ser tomadas, com a capacidade para agir em momentos críticos, que virão e nestas horas a pergunta que todo ser humano precisará responder é: Como posso assumir o controle dessa situação?

 






Digite sua busca:



Competência para Gestão de Crises

Facebook | Curtir



REDES SOCIAIS

Facebook
Facebook
Twitter
Twitter



Linkedin
Linkedin
Youtube
Youtube



Agape do Brasil

AGAPE DO BRASIL
R. dos Três Irmãos, 201 - sala 56/57
Cep: 05615-190 – Morumbi - São Paulo - SP
Telefone: 11-2476-9453 | 98533-2998


© 2017 AGAPE DO BRASIL - Todos os direitos reservados.
Agência Criativa Imagem | Publicidade | Criação de Sites