Agape do Brasil
Atendimento: (11) 2476-9453
Cadastre-se | Agape Do Brasil    Facebook | Agape Do Brasil Twitter | Agape Do Brasil You Tube | Agape Do Brasil Linkedin | Agape Do Brasil Google Plus + | Agape Do Brasil Blog | Agape Do Brasil

Líder


Max Gehringer
Conhecido por seus artigos em revistas como Época, Exame, Você S/A, dentre outras. Comentarista da Rádio CBN e do Programa Fantástico, na TV Globo. Administrador de Empresas, foi Presidente da Pepsi-Cola Engarrafadora, Presidente da Pullman/Santista Alimentos, Diretor da Elma Chips e Diretor da PepsiCo Foods nos Estados Unidos. Autor de vários livros, dentre eles "Comédia Corporativa" e "Emprego de A a Z".



Uma velha receita de bom-senso diz que, quando surgem várias explicações para um mesmo caso, é bastante provável que a explicação mais correta será também a mais simples. Se aplicada à palavra ‘líder’, que já foi definida de todas as maneiras possíveis, aquela velha receita da simplicidade diria que a melhor definição de um líder é a primeira que foi feita, há pelo menos mil anos atrás.

Na ancestral língua germânica (de onde mais tarde derivariam os idiomas inglês e alemão), lad era ‘caminho’. Como os caminhos de um milênio atrás não eram sinalizados, além de serem sinuosos, nem sempre transitáveis, e não raramente perigosos, os andarilhos e viajantes dependiam de alguém que pudesse guiá-los na caminhada.

Essa pessoa especial tinha o nome de ladan, ‘o que conhece o caminho’. As constantes mudanças por que passaram os idiomas transformariam, séculos depois, o ladan em leader – ‘condutor’. E foi daí que vieram as nossas palavras ‘líder’ e ‘liderança’ – a arte de conduzir.

Aquele primitivo guia tinha um objetivo: chegar ao destino o mais rapidamente possível, e sem problemas. Para conseguir isso, ele caminhava durante algum tempo à frente do grupo (para evitar que os mais apressadinhos resolvessem disparar sem esperar pelos demais). Aí, ele ia para a retaguarda do grupo (para incentivar os mais cansados e desmotivados). E, nas idas e vindas, perguntava se os que estavam no meio estavam precisando de alguma ajuda.

Nessas constantes idas e vindas, repetidas durante toda a caminhada, o líder cumpria as três etapas de sua função: evitar que o grupo se dispersasse, ditar o ritmo da caminhada, e garantir a proteção de todos.

Mas o velho ladan tinha outra grande responsabilidade: o de ensinar o seu trabalho a alguém de sua confiança. Assim, os futuros andarilhos sempre teriam um bom líder para guiá-los.

Esse é o papel histórico do líder. No curto prazo, cuidar bem de todos, como grupo, e de cada um, individualmente, reconhecendo que seres humanos reagem a estímulos de maneiras diferentes. E, no longo prazo, desenvolver novos líderes.






Digite sua busca:



Líder

Facebook | Curtir



REDES SOCIAIS

Facebook
Facebook
Twitter
Twitter



Linkedin
Linkedin
Youtube
Youtube



Agape do Brasil

AGAPE DO BRASIL
R. dos Três Irmãos, 201 - sala 56/57
Cep: 05615-190 – Morumbi - São Paulo - SP
Telefone: 11-2476-9453 | 98533-2998


© 2017 AGAPE DO BRASIL - Todos os direitos reservados.
Agência Criativa Imagem | Publicidade | Criação de Sites